quarta-feira, 31 de março de 2010

ACABOU O BBB 10 ! E DAÍ.

Pipocam link´s na internet mandando a gente para o BBB10, foram 3 meses assim, na preparação no programa e hoje no final.
Mas e daí, sua vida mudou? Sim se é um espectador mudou sim, e provavelmente pra pior.
Eu assisti algumas vezes, na maioria dasvezes só os primeiros 10 minutos as discussões não descem pela minha garganta, e ver Pedro Bial, um profissional que admiro, fazendo um papel tão ridiculo é um desistitimulo muito grande, para me deter nestre programa chamado pelo seu diretor de jogo insano.
Para entender o que estava acontecendo passei a ler algumas criticas sobre o programa, e daí vem a constatação do tema, O BBB ACABOU E DAÍ.
O cara que ganhou, falava palavrão, arrotava todo tempo, nervoso, e ainda com uma tatuagem escrito SEM FÉ!
Mas o fato é que os HERÓIS de Bial, não são a cara do Brasil como disse o seu diretor, e vc que passa horas assistindo o programa com certeza saiu mais insano desta temporada.

Se não me importo com O BBB10 por que escrever sobre ele?
Por que ontem no site CLICK Família 60% dos evangélicos dizem que assistem ao BBB ou alguém da família assisti, então fico pensando se esses 60% dos evangélicos não assistissem ao programa com certeza o sucesso dele seria bem melhor.

Mas isso não aconteceu, e virá o BBB11, que sabe isso pode mudar.


Deus abençoes a todos .

quinta-feira, 25 de março de 2010

Caso Isabela!!

Pelo circo da TV, e o circo que virou na frente do forum podemos assistir quase em tempo real, algo inesperado!!!

terça-feira, 23 de março de 2010

O que é viver a Vida!!!!

Já postei aqui um artigo do meu amigo Geraldo Farias sobre a novela viver a vida, mas a coisa ta tão feia lé pelos lados do mundo da fantasia Global, que até os mais céticos começaram a criticar a novela, e o tamanho da falta de fidelidade nos relacionamentos.
Ai vem a pergunta, o que é viver a vida? É trair, trocar de amor como se troca de camisa?

Ronny

quarta-feira, 17 de março de 2010

Tudo muito duro!!!!

Olá amigos,

Fico assutado a cada dia com a capacidade das pessoas em não perceberem que suas vidas precisam de alterações de curso.
Isso acontece todos os dias, na minha vida muitas vezes é preciso colocar o leme para onde Deus quer que eu siga, mas quem fica mudando toda hora, ou deixa o leme duro com certeza terão motivos para se preocurarem ainda mais.
Não se esqueceça, todo dia passamos por mudanças na vida!!! Todo dia.

Meu desejo é não perder a mão e mudar o leme sempre na hora certa.


Pastor Ronny Clayoton

sexta-feira, 12 de março de 2010

VAMOS CUIDAR DE NOSSAS CRIANÇAS

video
É SÓ CLICAR NO PLAY, ASSISTA E DIVULGUE

quinta-feira, 11 de março de 2010

CUIDEM DOS SEUS FILHOS

video
é só clicar no play e verá o futuro se não tomar cuidado

CERVEJA E A TEORIA DO ÃO!!!

Mais uma vez venho falar de Cerveja, ALGUÉM pode pensar que é vontade de beber, por isso fico metendo o pau na cerveja.

Mas não!!! Eu não tenho nenhuma vontade de beber cerveja, mesmo porque peso 136kg, e os caras que bebem o cervejão, são bem diferentes, são sarados, fortes, belos, normalmente brancos, e com mulheres bonitas ao lado. Se fosse pela mulher bonita ao lado, seria o meu caso visto que minha esposa é muito mais bonita que qualquer bêbada que aparece nos comerciais de cerveja, bebendo cerveja, e as vezes, até passando roupa com cerveja (lembra?).

Então pensei sobre o ÃO e a cerveja, vamos dar algumas sugestões para a boa agência que fez essa linha de propaganda.

- Beba cerveja diriga e entre na contra mÃO.

- Beba cerveja e espanque a esposa com um bastÃO.

- Beba cerveja e veja seu filho te levantar do chÃO.

- Beba cerveja e se transforme num astro da seleçÃO.

- Beba cerveja e inspire a sua naçÃO a usar a mÃO.

- Beba cerveja e ver seus netos será apenas uma ilusÃO.

- Beba cerveja e perca seu CarrÃO.

- Beba com moderaçÃO, (isso nunca funcionou, por isso a campanha fala isso no final, por não funciona)

- Beba cerveja e conquiste rapidinho um caixÃO.

Enfim essa parte do ÃO, a campanha não fala.

Espero que atendam minha sugestÃO, eu faço questÃO, mas sei que nÃO farÃO, pois o que importa é o tostÃO e nÃO o cidadÃO, essa é a vergonha de nossa naçÃO.

UM BEIJÃO.


Ronny

quinta-feira, 4 de março de 2010

Por Geraldo Farias de Souza


GLOBO E VOCE: NADA A VER!

Ola. Envio-lhe o conteúdo de uma pesquisa – no forno na Pontificie Universidade Catolica do Rio de Janeiro. E a matéria da Istoe, da semana passada. Textos adaptados e com meus grifos. Ainda sobre o conteúdo das novelas no horário “pobre”.

Relações “amorosas” descartáveis são maioria em novelas, afirma pesquisa da PUC/RJ.“Ela foi casada cinco vezes. Primeiro com um italiano, depois com um português, mais tarde com um judeu, logo após com o mesmo italiano e, em seguida, com um japonês.” A julgar pela quantidade de casórios da sinopse, Safira, papel de Cláudia Raia em “Belíssima” (2005), está inserida na “modernidade líquida” – ela e boa parte dos personagens de 13 novelas que a Globo exibiu de 2000 a 2008 no horário nobre. É uma das primeiras conclusões do trabalho de doutorado do mestre em educação Marcus Tavares,... em andamento na PUC-Rio, ele categorizou os relacionamentos dos folhetins... Segundo o ranking, são 32 casos de “mais de um casamento ou relação estável”, seguidos por 29 “relacionamentos curtos e descartáveis, com filhos fora do casamento” e 20 histórias de “homens ‘conquistadores’ e mulheres ‘fáceis”.

A Moral dos Ídolos - Tavares se refere à formação de um “novo indivíduo, dono da sexualidade, destituída da função reprodutiva”. No ranking, há ainda 13 casos de “prostituição por prazer ou necessidade” e, empatados com 11 registros, “relações entre membros da família” e “extraconjugais ou estáveis com traição masculina”. Os números, apresentados no 1º Seminário Internacional de Classificação Indicativa (Brasília, 12/09), serão a base para discutir a influência das tramas em crianças. “O que se sabe em educação é que os modelos influenciam. Os ídolos são muito importantes”, diz Tavares. “Não estou sendo conservador ou defendendo a família tradicional. Mas precisamos saber de que forma a escola trabalha questões amorosas atuais que são reforçadas pela mídia”

Para Maria Immacolata Vassallo de Lopes, coordenadora do Centro de Estudos de Telenovela da USP,... “Desde que o gênero se abrasileirou, com ‘Beto Rockfeller’, [Tupi/1968] que era um malandro brasileiro, a novela passa a fazer parte da modernização do Brasil”. E, atualmente, diz, “o fluido é a própria condição da modernidade”...

Com 23 novelas no currículo (17 delas na Globo), o autor Lauro César Muniz defende que, além de atuar na modernidade, a dramaturgia ajuda a “organizar as relações”. “Os relacionamentos passaram a ser mais rápidos, e a TV tem a função positiva de organizar isso. Como a dramaturgia é orgânica e precisa se comunicar, tenta organizar isso de forma clara”. Para Muniz, “as crianças não sofrem tanto [os efeitos das novelas] quanto dizem os moralistas”. (Folha de São Paulo (31/01/10-E3).

Viver a vida é trair - A novela do horário nobre da Rede Globo é um elogio à infidelidade e quer fazer crer que a sociedade endossa a traição - Sobre “Viver a Vida”, novela da Rede Globo escrita por Manoel Carlos. Nela, a mola do dia a dia é trair. Amar é trair. O certo é trair. E o affair entre médico e paciente se torna mais esquisito e leviano porque alimenta não um triângulo amoroso próprio dos folhetins, mas, isso sim, um polígono de traições que o novelista, aos 77 anos, decidiu impor ao telespectador. Só há libido na trama se houver traição. Em “Viver a Vida”, o termômetro desse conturbado universo do desejo bate nos 40 graus do absurdo... O que está em jogo na crítica ao festival de traições de “Viver a Vida” não são posições moralistas, mas, isso sim, o elogio à perversidade...

Há, porém, um oceano a separá-los de Maneco, o novelista: eles jamais chegaram nem chegariam a tal ponto de banalidade. Na novela, trair e ser traído é o ato mais normal do mundo e ela pressupõe que a sociedade adote o adultério como padrão regular de comportamento. Com certeza, “Viver a Vida” traiu a si mesma: os índices do Ibope despencam. É a pior audiência do horário nos últimos dez anos... A professora de dramaturgia da USP Renata Pallottini acredita que o excesso de relações extraconjugais afaste mesmo o público: “Pode ser que uma boa parte da audiência esteja reagindo a essas manifestações de leviandade.” Manoel Carlos garante que “esse tipo de comportamento é bem mais comum do que pode parecer”. Estudo da UFRJ mostra que 60% dos homens e 47% das mulheres se confessam infiéis. A julgar pela inconstância dos personagens de Maneco, no entanto, ele deve crer que esses índices são bem maiores: em pouco mais de 120 capítulos, o novelista pôs na tela 13 casos de infidelidade... (Antonio Carlos Prado – IstoE, 14/02/10).

O (G)lobo mau esta devastando as familias. Enquanto os profetas se calam, as pedras clamam. Viver a vida e seguir Filipenses 2.15 e 4.8. Em Cristo,

Geraldo Farias de Souza – Pastor da IB Selecta/SBC e Psicologo Clinico